Transformação digital: por que as empresas ainda não aderiram totalmente a ela?

Temos visto algumas empresas perdendo oportunidades de novos negócios por não oferecer aos clientes experiência multicanal, aliando atendimento humanizado e digital, entre tantas outras soluções tecnológicas. Com essa falta de adesão à transformação digital, não perdem apenas em vendas, mas também em oportunidades de automatizar e otimizar a rotina da operação.

De acordo com uma pesquisa da consultoria McKinsey, 70% das transformações organizacionais falham de maneira recorrente. Na visão de Rami Goldfajn, sócio da consultoria, qualquer mudança dentro de uma organização requer um exercício de humildade e o reconhecimento de que mudar não é fácil. Onde estão as barreiras desse cenário, não deixe de ler esse post.

Seis desafios da transformação digital

Considerando a transformação digital, nossa experiência no desenvolvimento de projetos tecnológicos diz que as ações e iniciativas, em geral, se prolongam ou deixam de acontecer por, pelo menos, seis desafios:

  1. Conseguir liberação de recursos

Um projeto de transformação digital eficiente requer investimento financeiro em ferramentas e equipamentos, no treinamento de pessoas e – em alguns casos – na contratação de serviços especializados. Para ter mais sucesso na aprovação desse budget, recomendamos que o líder da ação estruture um plano que contemple: onde a empresa está com relação à transformação digital e à concorrência, onde deseja chegar, quais caminhos são necessários percorrer para alcançar o objetivo e quais serão os custos de cada fase. Encerre a apresentação com duas informações extremamente relevantes: quais serão os benefícios do projeto e quais são os riscos de não o colocar em prática. 

  1. Definir o líder do projeto

É fundamental que, dentro da organização, tenha uma pessoa responsável por liderar o projeto de transformação digital. É esse profissional quem ficará responsável por reunir as pessoas que podem contribuir para a ação, agendar e liderar reuniões e acompanhar o passo a passo do projeto, garantindo que todo o combinado seja cumprido. É função, ainda, desse colaborador, conscientizar as lideranças a engajar seus times nesse momento de evolução. 

  1. Ter especialistas no time

Há tempo, a área de TI sofre com o apagão de talentos, que estão cada vez mais disputados no mercado. Quanto mais especializada for a ação, maiores serão as dificuldades de atrair e reter um profissional com qualificação e experiência para liderar ou colocar o projeto em prática no dia a dia. Se esse é o caso da sua organização, talvez, esteja aí uma oportunidade de contratar uma consultoria especializada

  1. Encontrar soluções que se adequem às necessidades da organização

Cada organização tem necessidades e estratégias particulares. Em algumas é necessário implementar um sistema de atendimento multicanal, em outras ações repetitivas estão tomando o tempo que os profissionais precisam focar em estratégia, há as que desejam um atendimento humanizado sem deixar de ser digital, entre tantas outras demandas. Portanto, dentro de cada companhia é importante que o processo de transformação digital seja conduzido de maneira customizada. O foco nunca deve ser na tecnologia que está em destaque no mercado, mas sim naquela que vai ser mais adequada para os processos da empresa e gerar mais retorno para o negócio.

  1. Garantir a segurança da informação

Com os cibercriminosos cada vez mais profissionalizados, não é de se espantar quando as organizações deixam de aderir a transformação digital por medo de danos a seus dados e de terceiros que estejam em seu poder. Isso, principalmente, considerando a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Aqui, a recomendação principal é: só adquira tecnologias que considerem a segurança da informação na esteira de desenvolvimento.

  1. Aculturar as equipes

Muito mais do que métodos, processos e tecnologias, a transformação digital envolve também a mudança de cultura da empresa e das pessoas que nela trabalham. No processo de implementação, por exemplo, é comum que os líderes do projeto se deparem com profissionais que acreditam que “em time que está ganhando não se mexe”, “que não há necessidade de alterar algo que está funcionando até agora” ou outro argumento que demonstre resistência à mudança. Em momentos como esse, o diálogo transparente e empático é o melhor caminho. Busque promover a união das diferentes áreas em prol do objetivo comum, enquanto entende e esclarece os receios dos membros mais reticentes, sem perder a oportunidade de ressaltar os benefícios dessa nova Era a todos os membros do time e ao negócio como um todo.

O que as empresas perdem ao não aderir à transformação digital

Com adequação de métodos, processos, ferramentas e equipes, a transformação digital tem potencial de promover a integração das áreas de uma organização de uma maneira muito fluida, enquanto aumenta a flexibilidade e produtividade do negócio, com redução de custos. Graças à automatização dos processos burocráticos, repetitivos ou morosos, esse ainda é o caminho para otimizar a mão de obra do time, liberando tempo para que os colaboradores foquem em ações puramente estratégicas. Tanta eficiência tende a refletir diretamente na conquista e fidelização de clientes.

Nós sabemos o quanto pode ser difícil definir a estrutura de um projeto de transformação digital eficiente. Por isso, nos colocamos à disposição para esclarecer qualquer dúvida que você tenha sobre esse assunto. Vamos agendar uma reunião?

 O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é CTA-TELESUL_call-to-action-1-1024x260.jpg

Recomendamos